Home
 / 
Blog
 / Reciclagem de Bateria Chumbo-ácido

Reciclagem de Bateria Chumbo-ácido

Por João Luzzi
19 de julho de 2022

O processo de reciclagem de baterias automotivas pode reutilizar 99% de uma bateria original. Descubra como é o processo de reciclagem de baterias.

O compromisso com qualidade e o cliente satisfeito são os objetivos de todo bom profissional. Muitas vezes a energia necessária para que tudo esteja funcionando está na bateria. Ela é uma autopeça presente em todos tipos de automóvel e quando tudo está certo, ela é apenas uma coadjuvante.

Para que tudo corra conforme o planejado, é preciso contar com materiais confiáveis e acessíveis. Por isso acreditamos que depois que tudo funcionar, a bateria não pode ser descartada. Na cadeia de criação de uma nova bateria, a produção envolve em grande parte a reciclagem. O setor de autopeças é fundamental nesse processo.

Baterias Automotivas são essenciais para qualquer projeto de automóvel

Segundo o Battery Council International, no processo de logística reversa, o mesmo transporte que entrega as novas baterias também coleta e devolve as baterias usadas. Aproximadamente 99% dos produtos podem ser reutilizados. Na recicladora, os pedaços de plástico flutuam, o chumbo decanta e o ácido sulfúrico é armazenado no processo.

Plástico

O plástico das caixas e capas é moído, e posteriormente peletizado, estando pronto para nova fusão e criação de novas caixas e capas. As peças são lavadas, secas e enviadas para uma recicladora de plástico, onde as peças são derretidas para um estado quase líquido. O plástico derretido é colocado em uma extrusora que produz pequenas peças peletizadas uniformemente. Esses péletes são vendidos ao fabricante da bateria e o processo reinicia.

Chumbo

As grades de chumbo, óxido de chumbo e outras partes são limpas e derretidas em uma fundição. Esse processo cria um chumbo líquido. Ele é despejado em moldes para transformarem-se em lingotes de chumbo. As impurezas, chamadas de escória, flutuam no líquido ainda quente. A escória é retirada e os lingotes são deixados para resfriar e solidificarem.

Depois de frios, são removidos das formas e enviados aos fabricantes de baterias, onde são derretidos novamente para formarem placas de chumbo e outras partes de uma nova bateria.

Ácido Sulfúrico

O ácido usado nas baterias pode ser gerenciado de duas maneiras. Uma é com o ácido neutralizado com um composto industrial. Isso transforma o ácido em água. A água é tratada e após análises, é liberada na rede de esgoto.

A segunda forma é o processamento que o converte em Sulfato de Sódio, um pó branco inodoro utilizado como sabão líquido para roupas, vidro e manufatura de tecidos. Assim, um material que seria descartado é transformado em um produto útil. O ácido também pode ser recuperado e reutilizado em novos produtos através de processos inovadores de reciclagem.

Quem faz o mercado precisa entender o impacto da reciclagem de baterias no processo. Assim, fica mais clara a importância da devolução dos cascos usados. Além de necessitar de menos recursos naturais, a reciclagem de baterias estabiliza os valores do produto e deixa todo processo mais eficiente. Retornar baterias usadas é bom para você, para o seu negócio e para o planeta.

Fonte: https://batterycouncil.org/page/Battery_Recycling

Destaques

Confira outros posts

O que fazer com carro submerso em alagamento
Por João Luzzi
17 de maio de 2024
OSRAM LED Cross
Por João Luzzi
8 de maio de 2024
magnifiercrossmenuchevron-down